Como calcular o custo do papel na peça

calcular-custo-do-papel

Se você trabalha com papelaria personalizada, lembrancinhas e afins então já deve ter ficado em dúvida de como calcular o custo do papel na peça, certo? Afinal, dependendo do produto, uma folha de papel pode ter um rendimento bem variado.

Por exemplo, se você produzir tags, 1 folha de papel A4 vai te render muitas tags, enquanto se for usar para fazer uma caixinha para guloseimas você pode ter que usar uma folha inteira ou mais.

Calcule o rendimento do papel

Primeiramente você deve descobrir quantas peças iguais você consegue fazer com uma folha do papel.

Para calcular o rendimento do papel na peça é muito simples. Basta dividir uma unidade do papel pela quantidade de peças que ele te rende.

Por exemplo, se com 1 folha você consegue fazer 10 tags, basta dividir 1 por 10 = 0,10 unidade de papel usado na peça.

Para te ajudar, salve a tabelinha abaixo para visualizar rapidamente o rendimento de papel de acordo com a quantidade de peças iguais que ele rende:

tabela-rendimento-de-papel
Consulte essa tabela sempre que precisar ver a quantidade de papel utilizada nas suas peças

Como calcular o custo do papel usado na peça

Seguindo com o nosso exemplo, para calcular o custo de 0,10 unidade de papel na sua peça (que calculamos anteriormente), pegue o custo do papel e multiplique por essa quantidade utilizada por peça, por exemplo:

Se 1 folha de papel custa R$ 2,00 e você usou 0,10 desta folha, o custo será:

2 x 0,10 = R$ 0,20

Ou seja, neste exemplo o preço do papel usado na peça é de R$ 0,20. Portanto, esse é o valor que você vai incluir na hora de precificar sua peça.

papelaria-personalizada

Anote essas fórmulas

Calcular a quantidade de papel usado na peça (rendimento de 1 folha):
1 / quantidade de peças que rende

Calcular o custo do papel usado na peça:
Preço de 1 unidade do papel x quantidade de papel usado na peça

O preço de venda da peça não é só o custo do material

Agora que você já tem esse custo, é importante lembrar que o custo do material é apenas um dos itens que vão compor o preço de venda da sua peça, então você ainda precisa incluir essas outras despesas na sua precificação.

Aqui neste post falamos sobre o lucro, um desses outros itens que devem entrar na cálculo do preço. Se você ainda não viu essa dica, clique pra conferir agora. Também temos essa matéria que fizemos com o Elo7 ensinando a incluir o lucro e a comissão cobrada pelos marketplaces no custo da sua peça!

E se você quer mais agilidade para precificar suas peças sem ter que fazer tantos cálculos manualmente, então conte com o Calcularte! Ele é um sistema que calcula automaticamente o preço das suas peças de maneira segura e rápida! Então comece agora a calcular o preço de venda dos seus produtos!

curso-donuts

Vanessa Longo

Publicitária de formação, artesã de coração. Fã de empreendedorismo, especialmente de negócios criativos. Já teve seu ateliê de papelaria personalizada e hoje se dedica de corpo e alma ao Calcularte!

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Evelyn Rocha disse:

    Que legal, encontrei sem querer esse blog e esse artigo aqui,
    gostei muito do que lí aqui… Obrigado!

    • Vanessa Longo disse:

      Oi, Evelyn, ficamos felizes que tenha gostado do conteúdo! Fique à vontade para voltar ao blog quando quiser 🙂
      Aproveitamos para te convidar a participar do nosso grupo no Telegram, por lá também temos conteúdos sobre empreendedorismo, precificação e negócios artesanais: t.me/calcularte
      E claro, se você ainda não conhece o Calcularte, passe no site e cadastre-se para começar a precificar gratuitamente seus produtos: calcularte.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *