Ovo de Páscoa de colher: como calcular o preço e fazer uma tabela

A época mais doce e lucrativa do ano está chegando, mas para ter a certeza de que você terá retorno financeiro com as suas vendas é preciso calcular corretamente o preço do seu ovo de Páscoa.

Sabemos que o preço do ovo vai muito além do custo do chocolate, afinal é preciso considerar todos os materiais usados, embalagens, gás, energia, tarifas da máquina de cartão, sua mão de obra, impostos, lucro, etc.

Precificar produtos próprios para venda parece um desafio, mas você sabia que existe uma ferramenta que faz a precificação automática para você? É isso mesmo, basta inserir algumas informações do seu negócio e do seu produto e em poucos cliques você terá o preço de venda sugerido.

Essa ferramenta existe e chama Calcularte. Vou apresentá-la a seguir, mas antes vamos falar sobre os itens que devem compor o preço do seu ovo de Páscoa:

O que considerar na precificação do seu produto:

  • Materiais usados: você precisa saber quanto pagou por esses ingredientes e quanto usou para produzir o seu ovo de Páscoa. Se você trabalha com receitas que vão render mais de um ovo, então é preciso calcular o rendimento da receita para chegar no custo desses materiais para uma unidade do produto;
  • Despesas: todas as despesas do seu negócio (mesmo que você trabalhe em casa) devem entrar na precificação, por exemplo: energia, gás, gastos de transporte / estacionamento (quando você sai para comprar os materiais, por exemplo), divulgação, embalagens, materiais de limpeza (como detergente), formas e assim por diante;
  • Impostos: se você é MEI ou se tem uma empresa em categorias superiores ao MEI, deve lembrar de considerar esses impostos na hora da precificação;
  • Mão de obra: isso é importantíssimo, afinal é daí que sairá o seu salário (sim, você tem um salário, afinal está trabalhando);
  • Custos dos meios de venda: aqui entram todas aquelas taxas de intermediários, sejam canais de venda (como loja virtual, iFood,etc) ou meios de pagamento (taxas da máquina de cartão);
  • Lucro: é o que fica para reinvestir na empresa depois de ter pago todas as despesas, inclusive o seu salário.

Neste artigo falamos de forma mais detalhada sobre todos esses itens que fazem parte do preço de um produto.

Como calcular o preço de venda do ovo de Páscoa:

Ok, você já sabe tudo que deve entrar na precificação do seu produto, mas…como fazer todos esses cálculos? Se você for fazer manualmente, realmente terá um trabalhão, pois precisará considerar o rendimento da sua receita, diluir as despesas nos produtos, a mão de obra… isso para CADA ovo.

Para que você possa focar na produção, mas sem deixar de lado a precificação correta, conte com o Calcularte. O acesso ao sistema é direto no site calcularte.com.br, onde você insere suas informações e, assim, o Calcularte faz todos os cálculos complicados pra você.

E pra te mostrar como é fácil eu preparei um tutorial ensinando a precificar um ovo de colher no Calcularte, clique abaixo pra ver:

Play no vídeo e vem comigo

E aí, o que você achou do Calcularte? Vai facilitar muito a sua rotina, não é mesmo? E não só na Páscoa, mas durante o ano todo, pois além de precificar seus produtos, ele tem vários recursos para agilizar o seu trabalho, como controle de pedidos, estoque, financeiro, agenda e muito mais. Clique para conhecer agora mesmo!

Tabela de preços de ovo de Páscoa:

Agora que você já sabe como precificar seu ovo de colher, é preciso caprichar na divulgação. Além das fotos e vídeos que você vai postar nas redes sociais, é muito útil ter uma tabela de preços, pois isso vai agilizar o seu atendimento.

Eu sugiro que você faça um cardápio digital, pois além de bonito e profissional, você poderá deixar disponível em suas redes sociais, site ou compartilhar com quem solicitar. Mas lembre-se de incluir as seguintes informações:

Menu de Páscoa:

Seu cardápio de Páscoa deve ter uma arte atrativa, usando uma linguagem clara e bem profissional, para passar confiança ao cliente.

Alguns cuidados que você deve tomar ao criar o seu menu de Páscoa:

  • Não deixe a arte poluída;
  • Use fotos reais, nítidas, incríveis e irresistíveis mostrando a qualidade do seu produto;
  • Revise para não deixar erros de ortografia.

Eu recomendo que você faça o seu cardápio no Canva, um aplicativo muito intuitivo para criação de artes. Porém, se você não tem muita intimidade com esse tipo de tarefa ou está sem tempo para criar do zero o seu menu, você pode optar por menus de Páscoa editáveis no Canva.

Você compra o pack com as artes básicas e edita com as suas informações no Canva, fica muito prático. Vou deixar abaixo duas dicas de cardápios digitais de Páscoa editáveis para você conferir:

Eu espero ter te ajudado com essas dicas para você ter uma Páscoa muito lucrativa! Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais, te vejo lá!

curso-donuts

Vanessa Longo

Publicitária de formação, artesã de coração. Fã de empreendedorismo, especialmente de negócios criativos. Já teve seu ateliê de papelaria personalizada e hoje se dedica de corpo e alma ao Calcularte!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *